Vera Verão

Ariadna na playboy




‘Sou mulher perante a lei’, diz Ariadna

Matéria Retirada

Ok, ela não é a primeira transexual a estampar a capa de uma revista Playboy no Brasil – Roberta Close já havia conseguido o feito em duas oportunidades anteriormente. Mas mesmo não sendo pioneira, a ex-BBB Ariadna trouxe à tona novamente o tema da transexualidade para as rodas de conversa. E o que se percebe é que o assunto ainda é capaz de levantar muita polêmica no país.

Em coletiva para o lançamento da Playboy especial dedicada somente à ex-cabeleireira (a edição regular da revista terá na capa Michelly, outra ex-BBB), o diretor de redação da publicação, Edson Aran, levanta a bandeira da tolerância. “A Playboy, desde que começou, tem um histórico de luta pela liberdade sexual”. Mas em poucos minutos fica claro que o que movia a imprensa presente no local, no final de tarde desta sexta-feira (25), em São Paulo, era a curiosidade em torno do “tal segredo de Ariadna”.

Tímida no início da conversa, Ariadna começa dizendo que não teve muitas dificuldades para tirar a roupa e ser fotografada por Bico Stupakoff. “Foi bem tranquilo. Sou uma pessoa sem limite de tabu”, conta, enquanto começa a se soltar. A moça não nega que já considerava a ideia de posar nua por conta de sua participação no “Big Brother Brasil”. “A gente sempre entra no BBB com isso na cabeça. Por isso, aceitei o convite na hora.”

Não demora muito e logo começam as conversas em relação ao assunto que tanto levantou polêmica no início da 11ª edição do reality. Para Ariadna, houve sim preconceito do público pelo fato de ela ser transexual. “O brasileiro tem que abrir um pouco a cabeça. Porque uma vez que a pessoa é operada, ela é mulher.” A sister não acredita, porém, que sua escolha para o casting do BBB tenha sido uma jogada de marketing. “Acho que eles (a Globo) queriam algo mais diferente, só isso”, completa.

Ao falar sobre a cirurgia para mudar de sexo, feita na Tailândia, Ariadna admite que seu maior medo era não ter orgasmo após virar mulher. “Dois meses após a operação eu tentei com um ex-namorado e rolou. Ele era meio lerdinho, o que foi bom na ocasião”, conta, arrancando risos dos jornalistas.

-

Eu tinha escrito um texto grande em relação a isso... no final achei melhor ficar calado. Quando não se tem nada de bom pra falar ou escrever é a atitude mais sensata.


4 comentários:

Jones disse...

Mas não diante de "Deus'!

VaMpiRe disse...

OAIOIAOIAioA sua esposaaaaaaaaaaaaaa

TioChel disse...

"Pessoa operada é mulher"???

E o útero seu filhodaputa? Fez um com sacola do mundial???

A vá...

1232 disse...

--' kara faz cirurgia pra vira mulher tem bosta na cabeça nasceu homen tem ke se homen karaio -.-.