Mulher ganha na justiça o direito de se masturbar no trabalho

Isso deveria vir no Art. 7º da Constituição (Direitos Trabalhistas).

Matéria original


Ana Catarina Bezerra Silvares, 36 anos, divorciada, mãe de 3 filhos, analista contábil, possui uma doença que a difere das demais mulheres de seu ambiente de trabalho. Ela possui compulsão orgástica que é fruto de uma alteração química em seu córtex cerebral. Esta alteração a leva a uma constante busca por orgasmos que aliviem sua ansiedade.

Ana Catarina revela que ‘já teve dia de eu me masturbar 47 vezes. Foi neste momento que procurei ajuda. Comecei a suspeitar que isso poderia não ser normal”. Atualmente ela toma um coquetel de ansiolíticos que consegue frear a ansiedade, levando-a a se masturbar apenas 18 vezes por dia.




O Dr. Carlos Howert Jr., especialista em Neurologia Sexual acompanha a paciente há três anos. Segundo seu relato, ela é a única brasileira diagnosticada com esta disfunção. Para ele “provavelmente devem haver muitas outras mulheres sofrendo do mesmo mal, mas a dificuldade de assumir leva a muitas a se acabarem na ‘siririca’”.

No dia 08/04/11 Ana Catarina venceu uma batalha jurídica que perdurava dois anos. Finalmente o Ministério do Trabalho a concedeu o direito de intervalos de 15 minutos a cada duas horas trabalhadas para que possa realizar sua busca por prazer. Também está autorizada pelo Dr. Antonino Jurenski Garcia, Juíz do trabalho de Vila Velha, Espírito Santo, a utilizar o computador da empresa para acessar imagens eróticas



Comentários esperados pela matéria (Mulher recalcada + convites obscenos)

Kika - 03/05/2011 11:12 Acho isso um absurdo, existe tratamento para todo este exagero, basta procurar o profissional adequado, ela quer mesmo chamar a atenção e agora vai ter que passar pelo ridículo e pelas piadas dos colegas e não pode raclamar. E tem mais a empresa não tem que liberar acesso a imagens eróticas para satisfazer o desejo dela. Se procurar uma terapia sexual adequada com certeza vai resolver o problema, conheço pessoas com problemas piores e foram curados. Imagine se a empresa contrata um homem que se descobre maníaco sexual, ele vai ter a liberação da justiça para "atacar" as colegas de trabalho....Fala sério ohhh país!!!!! Tanta coisa importante para ser tratado na justiça. Estou indignada.

Claudio - 03/05/2011 0:02
Eu tenho a solução... Vem aqui em casa q eu te explico...

Leandro Sp - 02/05/2011 18:58
me passa o telefone ou o e-mail dela pra eu dar uma ajudinha !!!!

EDISON MANUEL - 02/05/2011 17:24
Orgasmo é uma das mil maravilhas do mundo, mas, nesse caso merece um estudo aprofundado e respeito.

MARIA - 02/05/2011 15:36
Nossa eu desconfiava que safadeza demais era doença hauhauahaua!

Enviado por Bruno Monnerat (Preguiçoso que não quis postar).


4 comentários:

Shai disse...

A coisa é tão séria que o post veio duplicado.
Hahahahahaha

VaMpiRe disse...

nem tinha visto :S

TioChel disse...

Ela deve ser MUITO feia.

VaMpiRe disse...

óbvio né? e gorda